sábado, 26 de setembro de 2009

fabuloso destino




Essa cena de cima parece descrever perfeitamente como eu venho me sentindo nos últimos dias, nas últimas semanas, no último mês.
Eu até me pergunto se, na verdade, eu não fui sempre assim.
E, sabe o que, eu não duvido.
Só não sei como eu consegui só perceber tudo isso agora.

Na verdade, ter percebido nem faz diferença, porque não consigo mudar.
Não consigo de verdade.
Eu tenho consciência de que posso mudar, mas não consigo mesmo assim.
Eu sei que parece não fazer sentido, e acho que, na verdade, não faz.
Mas o que eu posso fazer?

O pior de tudo, é que eu gosto desse filme.






E, argh, tenho vergonha em admitir, mas esse final me deixa meio...
esperançosa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário